Governo de Goiás

Notícias

GoiásFomento e Juceg querem facilitar regularização de informais

14-09-2016 12:04h


Buscar formas para facilitar a regularização de quem está atuando de maneira informal e melhorar o ambiente para os empreendedores. Este foi o objetivo da reunião entre os presidentes da GoiásFomento, Henrique Tibúrcio, e da Junta Comercial do Estado de Goiás (Juceg), Rafael Lousa. O encontro foi realizado nesta quarta, 14, com a participação do diretor Guto Medeiros e da chefe de gabinete, Thaís Couto, ambos da GoiásFomento. 

 


Quase oitenta por centro de trabalhadores autônomos estão na informalidade, segundo a Juceg. “É neste nicho que temos que trabalhar, ampliando as oportunidades e estimulando a formalização”, explica o presidente Rafael Lousa. Pessoas que trabalham por conta própria, sozinhos ou explorando seu próprio negócio integram o contingente de informais. 

 

O presidente da GoiásFomento diz que a instituição pode ser uma grande parceria do Goiás Competitivo, programa do governo estadual que objetiva o desenvolvimento da competitividade e aperfeiçoamento da gestão pública em Goiás, dando suporte para que o trabalhador informal se regularize, seja competitivo e se estruture economicamente. “O melhor caminho para abrir o próprio negócio é fazê-lo dentro da legalidade”, ressalta Tibúrcio. “A regularização traz benefícios tanto para o Governo, que arrecada impostos, quanto para o trabalhador, que passa a ter acesso a linhas de crédito na GoiásFomento, que dispõe de linhas para quem já tem sua microempresa ou é um microempreendedor individual”.

Submenu

Sistema de Busca

Palavra-chave:

Palavras Pesquisadas

Tire suas dúvidas

Aqui, você tira suas dúvidas sobre as taxas dos creditos e descobre as vantagens dos produtos.

saiba mais