Governo de Goiás

Notícias

Goiás recebe aportes de R$ 7,1 milhões em projetos industriais

Atualizado em 04-07-2018 15:05h
download-1673919.jpg

Mais R$ 7,1 milhões em investimentos para o setor industrial goiano foram aprovados nesta quarta-feira (04/07) em oito projetos beneficiados pelo Programa Produzir, de incentivo industrial. Serão criados 177 novos empregos diretos nos municípios de Anápolis, Ipameri, Goiânia, Palmeiras de Goiás, Aparecida de Goiânia, Buriti Alegre e Luziânia, com a instalação e expansão/relocação de empresas.


O secretário Leandro Ribeiro, de Desenvolvimento, disse que a aprovação desses novos projetos é motivo de comemoração para os goianos. “Goiás continua em ritmo positivo de crescimento, gerando trabalho, emprego e renda, por ser um Estado atrativo aos interesses de investidores e produtores nacionais e internacionais. O apoio do Governo, com os incentivos do Produzir e de outros programas, continua incrementando nosso desenvolvimento”, disse.


Foram aprovados os projetos das empresas WComercial, comercial e atacadista de acessórios automotores, em Goiânia; da Gazin Atacado Centro-Oeste, comercial e atacadista de equipamentos elétricos, em Ipameri; da Minerva, para produção de biocombustível de sebo bovino, em Palmeiras de Goiás. E ainda, da Dicasa Alimentos, indústria de torrefação e moagem de café, em Aparecida de Goiânia; da Buriti Carnes e Alimentos, frigorífico de abate de bovinos, em Buriti Alegre; da AC Metais, metalúrgica, em Luziânia; da S & R Alimentos, produtos de panificação industrial, biscoitos e massas, em Goiânia; e da Ethos Transporte e Logística, transporte de cargas, em Anápolis.

 


Ampliações industriais


Entre os projetos aprovados pelo Conselho do Produzir destacam-se o do Grupo Moreira, de supermercados, que vai investir R$ 2,4 milhões na implantação de uma indústria de panificação em Goiânia. Trata-se de mais uma unidade a integrar o processo de diversificação industrial, voltada ao abastecimento de sua rede de lojas, e também para o abastecimento de outras empresas do mercado, com produtos de marca própria. Somente esse projeto vai garantir a geração de 77 novos empregos diretos em Goiânia, com apoio do Governo do Estado, através dos benefícios do programa Produzir.
Outro investimento expressivo aprovado nesta reunião é a proposta de expansão da indústria de biocombustível de sebo bovino do grupo Minerva, no município de Palmeiras de Goiás. A Minerva é uma das maiores indústrias do País e da América do Sul em sua especialidade, com unidades em Goiás (Palmeiras de Goiás e Goianésia), São Paulo, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Rondônia, Tocantins e também no Paraguai, Uruguai, Argentina e Colômbia.
Está presente no mercado de gado vivo e seus derivados, tendo atuação importante no setor de carnes in natura, couro, abate, processamento, comércio, importação e exportação. Em 2011 inaugurou sua atuação na produção industrial de biocombustível bovino, com aproveitamento de matéria excedente de suas unidades produtoras. Para isso investiu R$ 10 milhões na inauguração da unidade de biodiesel de sebo bovino, com produção prevista de 45 mil litros/dia e agora, com esse projeto, fará a expansão dessa atividade no Estado.
Para a atual expansão de planta industrial aprovada hoje pelo Produzir, a empresa Minerva vai investir mais R$ 1,5 milhão, ampliando também a geração de empregos no município. A ampliação da unidade de Palmeiras de Goiás reforça também a condição de competitividade industrial do Estado.
 
Fonte: Comunicação Setorial / SED

Submenu

Sistema de Busca

Palavra-chave:

Palavras Pesquisadas

Tire suas dúvidas

Aqui, você tira suas dúvidas sobre as taxas dos creditos e descobre as vantagens dos produtos.

saiba mais