Governo de Goiás

Notícias

Empresário de Catalão utiliza linhas da GoiásFomento

Atualizado em 28-09-2017 07:34h
sniaquatroestaes-15471918.jpg

A empresária Sônia Silva de Abreu, 36 anos, de Catalão, chegou até a GoiásFomento por meio de um parceiro, o Sindicato dos Lojistas da cidade. Dona de uma loja de roupas femininas, a Quatro Estações, ela participou de um evento da Agência de Fomento no sindicato e, por meio dele, conheceu as linhas de crédito. Fez opção pelo Crédito Produtivo. Com os R$ 30 mil financiados (30% em dinheiro e o restante em mercadoria) investiu na loja, que emprega uma pessoa.

 

“A GoiásFomento tem um papel importante para o pequeno empresário, principalmente em momentos delicados como este pelo qual a economia do país passou”, disse. “Com este financiamento, conseguirei levantar minha empresa e terei capacidade para quitar o empréstimo”, conta ao detalhar que os juros e taxas dos bancos privados são bem altos, o que inviabilizaria a empresa dela. “No total, entre juros e taxas, pagamos bem mais que dez por cento no mercado”.

 

Sônia ainda destacou a ajuda do parceiro (Sindicato dos Lojistas de Catalão), o bom atendimento recebido na Agência e rebate quem alega burocracia. “A documentação que a GoiásFomento pede tem que ser exigida mesmo”, diz.  “Ninguém empresta dinheiro sem segurança”. 

Submenu

Sistema de Busca

Palavra-chave:

Palavras Pesquisadas

Tire suas dúvidas

Aqui, você tira suas dúvidas sobre as taxas dos creditos e descobre as vantagens dos produtos.

saiba mais