Governo de Goiás

Notícias

"Devo minha prosperidade à GoiásFomento", diz empresária

02-01-2017 15:16h


“Muito da minha prosperidade se deve à GoiásFomento”. Quem disse a frase num tom de agradecimento foi a comerciante Maria de Lourdes Pereira. Ela mora em São Luiz do Norte, município a 240km da capital goiana, e onde tem um estabelecimento que é um misto de supermercado, loja de eletrodoméstico e de material de construção. “Tenho tudo para atender o cliente”. Maria de Lourdes começou com um comércio pequeno e viu a necessidade de diversificar a mercadoria que vendia. Foi quando buscou o primeiro de sete empréstimos que já fez junto à GoiásFomento. “Cheguei a procurar outros bancos mas os juros são abusivos”, comentou. “Em outros locais, os clientes são explorados, pagam juros superiores a 3% e ainda arcam com taxas sobre o valor do financiamento”. 

 

Cliente desde 2007, ela agora pleiteia R$ 50 mil por meio da linha Crédito Produtivo, com juros de 0.8% ao mês, carência de até seis meses para começar a pagar e prazo de até 36 meses para quitar o financiamento. “Tenho 7.800 itens no meu estoque mas quero diversificar ainda mais, principalmente na área de material de construção”, diz a empresária, que emprega três pessoas.

 

O presidente da GoiásFomento, Henrique Tibúrcio, destaca o papel social da GoiásFomento. “Atendemos empresários e empreendedores na capital e no interior, chegamos nas quatro regiões do Estado,  estimulando o pequeno empresário a criar empregos”, explica. “A Agência de Fomento tem dado sua contribuição para a estatística que mostra Goiás como um dos maiores geradores de emprego do País”.  

Submenu

Sistema de Busca

Palavra-chave:

Palavras Pesquisadas

Tire suas dúvidas

Aqui, você tira suas dúvidas sobre as taxas dos creditos e descobre as vantagens dos produtos.

saiba mais