Governo de Goiás

Notícias

Agência já bancou quase 13 mil projetos

25-04-2017 10:50h
laneto-site-14100145.jpg

Jerry Ferreira Martins, 49 anos, trabalha no ramo de sorveteria há 26 anos. Começou vendendo a varejo e só depois passou a fabricar. É dono da empresa Lanetto, uma fábrica de sorvete localizada no Setor Jaó, em Goiânia, há oito anos. Só nesta unidade emprega 12 pessoas. “Procurei a GoiásFomento para adquirir novos equipamentos para insumos, abrir mais postos de venda e expandir os negócios”, conta. Um empréstimo já foi quitado. “Concluo o pagamento do segundo ano que vem”. 

 

Jerry é um exemplo de donos de pequenas empresas que buscaram apoio na Agência de Fomento de Goiás. Em busca de condições favoráveis para um financiamento, o empresário havia percorrido os principais bancos da cidade mas só se satisfez na GoiásFomento. “Na Agência não havia as taxas altas e a grande burocracia, que dificultam qualquer processo”, explica. “Tudo foi rápido, ágil, até porque estávamos com a documentação em dia, totalmente correta”. 

 

Desde sua criação, a Agência já injetou mais de R$ 540 milhões na economia goiana, bancando quase 13 mil projetos, principalmente em Goiânia, região de Anápolis, Meia Ponte, Sudeste do Estado e Entorno do Distrito Federal. Há linhas para atender setores diversos como transporte, turismo, tecnologia e de energia solar, entre outros. O limite para empréstimo é de R$ 200 mil. Os juros variam de 0,8% ao mês a 2,51% ao mês,  com prazo para pagamento até 60 meses, dependendo da linha.   

 

Agora a  atual gestão está consolidando e ampliando parcerias com prefeituras e associações civis para atender os empresários que estão no interior. 

Submenu

Sistema de Busca

Palavra-chave:

Palavras Pesquisadas

Tire suas dúvidas

Aqui, você tira suas dúvidas sobre as taxas dos creditos e descobre as vantagens dos produtos.

saiba mais