Governo de Goiás

Notícias

Agência ajuda Goiás a ser destaque na criação de emprego

19-05-2017 09:15h

Incentivar o empreendedorismo e emprestar recursos a juros bem abaixo dos existentes no mercado. Estas estão entre as principais atribuições da GoiásFomento, criada por lei em 1999 e que, efetivamente, começou a funcionar a partir do final dos anos 2000.

 

De lá para cá, mais de 20,6 mil contratos com microempresas e empresas de pequeno porte, empreendedores individuais e autônomos tiveram desembolsos em linhas de crédito da GoiásFomento (entre linhas próprias e linhas de repasse, como FCO, BNDES e Finep). Neste mesmo período, mais de R$ 590 milhões foram liberados a empreendimentos produtivos no Estado. Ao total, as empresas contempladas com alguma linha da Agência de Fomento geraram, juntas, mais de 50 mil empregos.Das mais de 200 mil empresas existentes em Goiás, 97% são micro ou pequenas. Juntas, são responsáveis por quase 60% dos empregos gerados.  Para as micro e pequenas, a GoiásFomento empresta até R$ 200 mil, com juros que vão de 0,8% ao mês até 2,51%, bem abaixo do mercado e prazos maiores para pagamento, que podem chegar a 60 meses.

 

“Com as nossas linhas e os juros baixos, ajudamos o estado a se consolidar como destaque nacional”, diz o presidente Henrique Tibúrcio. “Estamos em sintonia com a política econômica do governo estadual, que faz com que Goiás seja, novamente, destaque entre os estados brasileiros”.Nesta semana Goiás foi destaque novamente. Dados do Cadastro Geral de Emprego e Desemprego do Ministério do Trabalho mostraram que, nos quatro primeiros meses deste ano, o estado teve um saldo de 25 mil empregos. Entre os municípios com mais de 30 mil habitantes, os maiores geradores de emprego em abril foram Goianésia (1.408), Formosa (1.395), Morrinhos (578) e Aparecida de Goiânia (456). 

Submenu

Sistema de Busca

Palavra-chave:

Palavras Pesquisadas

Tire suas dúvidas

Aqui, você tira suas dúvidas sobre as taxas dos creditos e descobre as vantagens dos produtos.

saiba mais